Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza_OLD2

FUNDAÇÃO GRUPO BOTICÁRIO DE PROTEÇÃO À NATUREZA

 

fffffffCriada em 1990, a Fundação Grupo Boticário é uma ação pioneira de conservação da natureza no Brasil pela iniciativa privada. A instituição iniciou suas atividades com o apoio a empreendimentos de outras instituições e hoje é uma das principais financiadoras de projetos ambientais do país. Há mais de duas décadas é seu papel sensibilizar a sociedade sobre os assuntos de cunho ambiental e promovendo ações pela preservação. A Fundação atua em todas as regiões do Brasil, por meio de projetos apoiados e ações próprias. Mantém as Reserva Naturais da Serra do Tombador (GO) e de Salto Morato (PR), conservando mais de 11 mil hectares de Cerrado e Mata Atlântica, os dois biomas mais ameaçados do país. Trabalhando em rede e fomentando estudos sobre biodiversidade, a fundação já catalogou, ao longo de seus anos de trabalho, mais de 150 novas espécies na fauna e flora brasileira.

 

Entre seus focos de trabalho está a promoção de políticas públicas de conservação nacionais e internacionais. Tudo isso para mostrar que o meio ambiente não é só uma inspiração, mas uma razão para um futuro mais sustentável para todos. Conheça os principais resultados da fundação na página XX.

 

Uma das primeiras organizações privadas para conservação da natureza do Brasil, a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza chegou aos 27 anos, em 2017, atuando de forma continuada e contundente em sua causa, que segue como uma das mais atuais da sociedade: a conservação ambiental. Suas iniciativas visam a contribuir de maneira efetiva para os objetivos nacionais e globais de conservação, e incluem o apoio à pesquisa científica, à criação e implementação de políticas públicas e à produção de conhecimento e informação sobre o tema. Entre os desafios mais presentes, está a necessidade de, cada vez mais, entender os ecossistemas para desenvolver projetos sustentáveis em economia da diversidade e destinados ao cumprimento de metas de redução impactos sobre o aquecimento global e as mudanças climáticas.

A fundação é financiada pelo Grupo Boticário, que destina à instituição 1% da receita líquida da indústria para a causa da conservação e para ações de promoção da cultura e da educação, por meio de seu investimento social privado. A Fundação lança editais duas vezes ao ano para ações em todo o Brasil, cada um com sua característica. Um deles se destina a iniciativas ou pesquisas sobre fauna, flora e ecossistemas, e para atividades de preservação de áreas. O outro apoio oferecido pela Fundação, para ações de médio e longo prazos, apoia trabalhos com espécies ameaçadas, ambientes marinhos e influência e desenvolvimento de políticas públicas, além da criação e manutenção de Unidades de Conservação de Proteção Integral e RPPNs. Em 2017, os editais apoiaram 11 projetos, totalizando um investimento superior a R$ 1 milhão.