Sustentabilidade Sobre Rodas

 

 

É na malha rodoviária que está uma das nossas grandes preocupações, pois os caminhões emitem quantidades significativas de gases de efeito estufa.

Pensando em minimizar isso, monitoramos, desde 2009, as emissões das frotas utilizadas em nossa cadeia logística. Identificamos oportunidades de melhorias e, claro, colocamos a mão na massa e passamos a usar o kit bicombustível. Com uma adaptação de motor, os veículos do grupo passaram a funcionar também com gás natural, opção menos prejudicial ao meio ambiente, diminuindo a necessidade de utilizar o diesel como combustível.

O projeto-piloto foi aplicado em 2015 e a ideia ganhou escala no ano passado, trazendo resultados superpositivos. Ainda na frota das transportadoras, além da otimização das rotas e percursos, identificamos que um reaproveitamento de espaço nas caçambas poderia diminuir a necessidade de horas a mais na estrada. Dito e feito: com o aproveitamento vertical a carga, otimizamos 45% do espaço que antes circulava vazio pelas estradas. Essas e outras práticas contribuíram para a redução em 19,6% da emissão de gases de efeito estufa nas frotas em 2016, com relação a 2015.