Matéria-Prima e Embalagem

 

Bastidores de um produto mais sustentável

O ano de 2016 foi de grandes conquistas para deixar os nossos produtos ainda mais sustentáveis. Tivemos importantes reconhecimentos nacionais e internacionais sobre a formulação, embalagem e processo de fabricação, e continuamos a participar ativamente da Rede Empresarial Brasileira de Avaliação de Ciclo de Vida, que fomenta a discussão do tema em todo o Brasil. Isso indica que estamos no caminho certo!

Um desses reconhecimentos foi o prêmio Gold-Winner, concedido no In-Cosmetics North America ao Neossance Hemisqualane, ou Farneseno Hidrogenado. Por trás desse nome complicado está uma matéria-prima com excelentes propriedades hidratantes, emolientes e de limpeza, de origem vegetal e, portanto, de fonte renovável, obtida por um processo biotecnológico mais sustentável (a fermentação da cana de açúcar, que demanda menor consumo de energia e dispensa o uso de reagentes), biodegradável e com baixo impacto no ambiente aquático.

Esse ingrediente foi desenvolvido por um de nossos parceiros – a Amyris – e avaliado quanto à sustentabilidade e eficácia pelo nosso time interno.

 

O QUE É TENDÊNCIA

Em 2016, Carbon Disclosure Program (CDP) coletou informações com mais de 600 companhias globais sobre gestão de água e descobriu que 54% delas estabeleceram metas e objetivos relacionados à água. Isso revela que a gestão sustentável desse recurso tem despertado cada vez mais o interesse do setor privado.

O QUE A GENTE JÁ FAZ

A redução do consumo de água faz parte da nossa rotina desde 2006. De lá para cá, vários projetos foram implementados e, em 2016, o destaque foi a torre de resfriamento do site de São José dos Pinhais (PR), que hoje funciona com 100% de água proveniente de reuso.